sábado, 4 de maio de 2019

TENTATIVA DE FEMINICÍDIO NO CAMPUS DA UESPI EM PARNAÍBA


Uma tentativa de feminicídio aconteceu na noite desta sexta-feira (03/05) dentro do Campus da UESPI na Avenida Nossa Senhora de Fátima no Bairro São Benedito em Parnaíba.

Informações dão conta que um homem identificado como Gleison Rodrigues dos Santos entrou armado com uma faca no Campus da UESPI e fez uma mulher refém por durante alguns minutos.


A Polícia Militar foi acionada, onde foi informada que o homem estaria dentro de uma das salas com a mulher identificada apenas como Taís, a Polícia começou uma negociação com o homem que liberou a vítima, segundo algumas testemunhas os dois fazem curso de História e o homem não aceitava o fim do relacionamento.

Após ser liberada o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) socorreu a vítima com um golpe de faca na região do braço. Segundo informações o homem ainda ameaçou tocar fogo no corpo da mulher dizendo que tinha querosene em sua bolsa. Um frasco contendo um liquido não identificado foi apreendido durante a prisão dele. 


O acusado foi preso e encaminhado para Central de Flagrantes de Parnaíba, onde deve responder por Lesão corporal, cárcere privado e também pela Lei Maria da Penha.

NOTA DA UESPI SOBRE TENTATIVA DE FEMINICÍDIO

"A Universidade Estadual do Piauí, através da Direção do Campus de Parnaíba, esclarece que não houve invasão no campus nesta última sexta-feira, 04 de maio de 2019.
Na data citada, ocorreu um episódio envolvendo dois estudantes. Na ocasião, um dos estudantes envolvidos tentou manter a colega de classe como refém, ameaçado-a com uma faca. Alertado por gritos da estudante, o vigilante da universidade interviu. A Polícia Militar foi acionada, e chegou ao local rapidamente, assumindo o controle da situação. O aluno foi detido pela PM, enquanto que a jovem estudante foi levada prontamente para o Hospital Estadual Dirceu Arcoverde, onde foi atendida e passa bem, apesar de bastante abalada. Ainda ontem, a vítima se dirigiu para a Central de Flagrantes de Parnaíba para prestar queixa contra o agressor.
A Direção do Campus de Parnaíba informa ainda que, diante do ocorrido, a Universidade irá abrir processo disciplinar contra o agressor, que poderá culminar com sua expulsão, conforme determina o Regimento Geral da UESPI."



Plantão Parnaíba 24 horas

Nenhum comentário:

Postar um comentário