Rádio Icó News

quinta-feira, 16 de janeiro de 2020

DENGUE: COM AS CHUVAS OS CUIDADOS DEVEM SER REDOBRADOS


Uma simples tampinha de garrafa pet, esquecida no quintal de casa por alguns dias recebendo sol e chuva, pode se transformar em um criadouro de Aedes aegypti, transmissor da Dengue, Zika, Chicungunya e Febre Amarela. Segundo dados em várias pesquisas, as residências habitadas são responsáveis por 80% dos criadouros dos mosquitos, adaptados para a colocação dos ovos em qualquer recipiente que possa acumular água, até mesmo nos secos. A condição é um alerta para que a população não descuide dos quintais e áreas especialmente com a chegada das chuvas e altas temperaturas.
Não são apenas nos grandes recipientes que os mosquitos colocam os ovos. As tampas, lonas, pedaços plásticos, inclusive embalagens de salgadinhos, sorvete ou outra guloseima, além das garrafas, pneus e os pratos de plantas que acumulam água, devem ser eliminados da residência, pois servem de criadouro. Com as chuvas e a temperatura em elevação, o ciclo é reduzido e de 7 a 11 dias novos mosquitos estarão voando e podendo transmitir as doenças à população.
Dengue quadro
Para evitar os riscos, é a verificação sistemática dos espaços externos e internos da residência, para o descarte de qualquer material inservível que possa acumular água; limpeza com água, bucha e sabão dos bebedouros dos animais, além da verificação dos ralos, calhas e caixas d'água para evitar que estejam abertas ou entupidas. No caso dos ralos, o uso de telas também colabora para evitar também o acesso dos escorpiões para o interior do imóvel.

ACESSE:

Nenhum comentário:

Postar um comentário