Rádio Icó News

quinta-feira, 20 de maio de 2021

PONTE DO RIO PARNAÍBA NA BR-235 FACILITA A VIDA DE PIAUIENSES E MARANHENSES

Fotos: Divulgação/Ministro Tarcísio de Freitas.

A ponte sobre o Rio Parnaíba vai alavancar o escoamento da produção de grãos

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) liberou nesta quinta-feira (20/05) a ponte estaiada sobre o Rio Parnaíba, na BR 235, ligando os municípios de Santa Filomena/PI e Alto Parnaíba/MA. A nova ponte tem plataforma de 16 metros, incluindo os passeios e extensão total de 185 metros. Foram realizados serviços de terraplenagem, drenagem, pavimentação, sinalização horizontal, obras complementares, proteção ambiental, entre outros.


A construção da Ponte sobre o Rio Parnaíba é de extrema importância, não apenas para o escoamento da produção agropecuária e o desenvolvimento socioeconômico da região abrangida pela área de influência dos municípios de Santa Filomena e Alto Parnaíba, mas também como vetor indutor do desenvolvimento do comércio e turismo, com fluxo nos eixos norte/sul e nordeste/centro-oeste.

A obra vai alavancar a região possibilitando novas rotas ao transporte demandado pelos produtores de grãos, para o escoamento das produções, além de propiciar uma liberdade maior às populações dos municípios de Santa Filomena e Alto Parnaíba, com uma via de trânsito rápida e não onerosa. O empreendimento era um antigo desejo da população e dos produtores de grãos e fibras do Matopiba, uma das principais fronteiras agrícolas do país, que por mais de 50 anos, dependeram exclusivamente da ligação entre os municípios, por meio de transporte de balsa.


A Ponte sobre o Rio Parnaíba também vai possibilitar a integração do Matopiba à ferrovia Norte Sul, projetada para ser a espinha dorsal do sistema ferroviário nacional, interligando as principais malhas ferroviárias das cinco regiões do país. E como retorno, vai permitir uma economia de 8% no valor do frete para o transporte de grãos até o Porto do Itaqui, no Maranhão.

A rodovia BR 235 corta o sul do estado do Piauí, ligando os estados da Bahia, do Maranhão, Sergipe e Tocantins. Figura-se como eixo coletor das regiões produtoras de soja, localizada no Matopiba, região notadamente reconhecida pelo seu papel de grande produtora e exportadora de grãos, sendo fundamental ao agronegócio desses estados.



Por Eduardo Machado, In Foco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário