Rádio Icó News

terça-feira, 26 de novembro de 2019

PARNAÍBA TERÁ UM REPRESENTANTE NA MAIOR ESCOLA DE FORMAÇÃO POLÍTICA DO BRASIL


O jovem Ítalo Caldas, servidor público de carreira, ativista conservador liberal  que foi selecionado pelo Renova BR dentre mais de 31.400 candidatos em todo o Brasil, conclui o curso dentre os únicos 3 formandos do Estado do Piauí.

Ítalo Caldas é ativista ferrenho da causa pró-vida, já integrou o núcleo do MBL na cidade de Parnaíba sendo um dos coordenadores do movimento na localidade, além de ser super ativo nas causas sociais em Parnaíba. Muito mais que um político nato é um esposo e pai amoroso e dedicado, que tem como principal objetivo construir uma cidade melhor para as futuras gerações.


O Renova BR é mais do que uma plataforma de desenvolvimento sócio- político, é uma prova de que ainda podemos e devemos acreditar em cidadãos como o Ítalo que se propõem a transformar o Brasil em um país melhor para os nosso netos. Como já dizia Thomas Sowell “É difícil imaginar uma maneira mais perigosa de tomar decisões do que deixá-las nas mãos de pessoas que não pagam o preço por estarem erradas”.

Ítalo foi às ruas pedir a aprovação do Pacote Anti-Crime, se manifestou contra a última decisão do STF sobre a proibição da prisão após a condenação em segunda instância, além de se manifestar frequentemente em relação as decisões tomadas no município de Parnaíba, como por exemplo o projeto Anti-Corrupção que havia sido aprovado mas posteriormente foi vetado pelo prefeito da cidade, a missão de Ítalo é mudar a realidade local de sua cidade e fazer com que o dinheiro do povo seja honrado e utilizado de forma transparente e eficaz.

A prioridade de Ítalo é fazer com que as pequenas mudanças contribuam para a construção de uma cidade melhor, mais segura, mais desenvolvida, com saúde de qualidade, e  principalmente com responsabilidade fiscal e educacional.
Ítalo pretende ampliar o debate para que a população organizada participe cada vez mais das decisões políticas, assim gerando de fato o sentimento de participação popular.


Nenhum comentário:

Postar um comentário