Rádio Icó News

domingo, 1 de maio de 2022

FLUMINENSE PERDE PARA O PARNAHYBA MAS É CAMPEÃO PELA PRIMEIRA VEZ NA SUA HISTÓRIA


Fluminense perde para um Parnahyba aguerrido, mas pelo placar agregado levanta sua primeira taça em 80 anos de história

Todos já sabiam que o jogo seria muito difícil para o Parnahyba, que precisaria vencer o Fluminense fora de casa por dois gols de diferença, já que foi derrotado na primeira partida da grande final do Piauiense pelo placar de 1 x 0, em partida realizada na quinta-feira (21), no Estádio Pedro Alelaf, em Parnaíba.


Por ter feito a melhor campanha, o Fluminense precisava de dois resultados iguais para se sagrar campeão. E foi exatamente isso que aconteceu. A equipe do Parnahyba devolveu o placar sofrido em casa, mas na soma agregada dos placares, o Fluminense foi campeão estadual, um título inédito em sua história.

A festa para a final do Piauizão foi muito bem organizada pela Federação Piauiense de Futebol (FFP), com direito a homenagem a Dídimo de Castro. Nas arquibancadas, a festa ficou por conta das torcidas do Parnahyba e do Fluminense, que se revezavam nos gritos de guerra e nas provocações.

Torcedores do Parnahyba © Walter Fontenele

O Jogo

Precisando de dois gols para erguer sua 14ª taça, o Parnahyba iniciou o jogo com muita cautela. Por outro lado, o Fluminense agredia mais o adversário na ânsia de fazer logo um gol, o que dificultaria ainda mais à vida do Parnahyba. Assim, aos 12 minutos, o atacante Tarcísio recebeu uma bola açucarada de Mário Sérgio, mas pegou muito mal na bola, para sorte do goleiro do Parnahyba. Logo em seguida, Mário Sérgio teve outra chance, bem defendida pela zaga. No rebote, Janeudo isolou. Com poucas chances de atacar na primeira etapa, o Parnahyba via o tempo passar e os jogadores do Fluminense abusarem da "cera". Era importante para o Parnahyba ir para o vestiário com pelo menos um gol de vantagem. Isso daria tranquilidade para que na segunda etapa a equipe buscasse o gol salvador e do título. E o gol veio, aos 47 minutos, com o centroavante Isac, que aproveitou bem uma bola cruzada na área do Fluminense.

Jogadores do Parnahyba comemorando com os torcedores a abertura do placar © Walter Fontenele

Na etapa complementar era tudo ou nada para o Parnahyba, que iniciou logo de cara uma pressão no adversário. O gol sofrido nos acréscimos do primeiro tempo abalou psicologicamente o Fluminense, que errava muitas bolas e começou a abusar dos chutões para aliviar a pressão do Parnahyba. A equipe azulina não tinha alternativa a não ser se jogar no ataque, mesmo que isso abrisse espaços para os contra ataques do tricolor. Tiaguinho - o autor do gol de falta na primeira partida que garantiu a vantagem ao Fluminense - acertou a trave do goleiro, Cris, e por pouco não jogou uma ducha de água fria no Parnahyba. Com o passar do tempo, os jogadores do Fluminense começaram a usar a velha tática para esfriar o jogo: cair, simular lesão e pedir atendimento. E assim o tempo regulamentar se esgotou. Antônio Dib ergueu os braços e apontou o final da grande decisão do Piauiense de 2022, dando o primeiro título estadual para a equipe do Fluminense.

O Fluminense, além do título estadual, conquistou uma vaga na fase de grupos da Copa do Nordeste, além de já estar classificado para o Brasileirão (Série D) e Copa do Brasil. Já o Parnahyba, mesmo sendo vice-campeão, tem muitos motivos para comemorar, pois garantiu vaga no Brasileirão (Série D) e na Copa do Brasil.


Fonte; Portal Phb

Nenhum comentário:

Postar um comentário